quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Todo o sentimento


...
Prometo te querer
Até o amor cair
Doente
Doente
Prefiro então partir
A tempo de poder
A gente se desvencilhar da gente
Depois de te perder
Te encontro, com certeza
Talvez num tempo da delicadeza
Onde não diremos nada
Nada aconteceu
Apenas seguirei, como encantado
Ao lado teu


*Chico Buarque*

3 comentários:

Mariana Moura disse...

Lilian ,que lindo este poema do Chico, não conhecia.M. obrigada por proporcionar leituras tão suaves no teu blog.Abraço.

Ricardo Rayol disse...

amor doente nada, amor morto, só assim. desistir só porque o amor está doente é meio covardia.

Jest nas Wielu disse...

off top

Oi, Lilian,
vejo que gosta da Clarisse Lispector (nasceu na Ucrania).

O que acha em trocarmos os links entre as nossas paginas?

JnW