terça-feira, 26 de agosto de 2008


Para o cego:
Sal azul do mar na boca
Maciez rosada da pétala na mão
Morno crepuscular vermelho
Pele em braile
Pra ler versos
escritos
pelos poros...


Um comentário:

tossan disse...

Lindo blog! Estou passeando por aki e lendo esses textos de gente inteligente e poética, é bom saber ke aki existe vida. 1bjo