quinta-feira, 7 de agosto de 2008

As Coisas


Ser é uma forma de.

Eterno é quase nunca.

Nunca é vezenquando.

Viver é uma hora extra.

Morrer é um sopro.

Chorar é um rio salgado.

Sorrir é uma curva doce.

Amar é um feriado.

Lembrar é por um fio.

Esquecer é um pavio.


Fábio Fabricio Fabretti

www.fffabretti.com.br

2 comentários:

Helio Jenné disse...

Oi Lilian, cheguei a tempo de ler esse poema chocante! Adorei. Você escreve muito bem! Parabéns.

Elis disse...

INDOOOO NINO...SEU CANTINHO SIMPLES E ACOCHEGANTE ADOREIII!
:)!!!